2186312802.8dd5717.d65d18afe0914f108c7e69cda99eeb40

Vale a pena financiar um imóvel em 2017?

A crise econômica recente no Brasil deixou todo mundo de cabelo em pé, sem saber bem para onde correr. Em momentos assim, é preciso pensar bem na hora de fazer qualquer tipo de investimento. Uma dúvida que surge nessa hora é se realmente vale a pena financiar um imóvel em um ambiente de tanta incerteza.
No entanto, é preciso perceber que é justamente nesse cenário que costumam surgir as melhores oportunidades de investimento. Com a retração de capital, o poder de barganha de quem quer comprar cresce e as vantagens na negociação começam a aparecer.
Por isso vamos te ajudar nesse post a entender se vale a pena financiar um imóvel em 2017.

Em meio à crise, vale a pena financiar um imóvel?

Investir em imóveis é, na maioria dos casos, uma opção muito segura. Eles sempre se valorizam, mesmo quando a economia está retraída. Especialmente aqueles adquiridos na planta ou lotes e terrenos que tem um potencial de valorização muito alto, de acordo com o projeto que pretenda-se construir. Já falamos aqui sobre como uma casa bem construída pode valorizar muito um lote em um condomínio fechado, por exemplo.
Em 2017, o crédito imobiliário deve voltar a crescer. A confiança do setor vem aumentando e o déficit habitacional no país segue alto. A Caixa Econômica Federal, maior financiadora de imóveis do país, vem apontando a volta ao seu patamar normal das taxas de juros. Já os bancos privados têm ampliado a verba para esse tipo de financiamento.
O cenário de crise gerou um problema para as construtoras e incorporadoras que se tornou uma vantagem para os compradores. Com a retração de capital no setor, a quantidade de imóveis disponíveis para venda cresceu. Isso favorece uma negociação mais flexível, afinal, todo mundo precisa vender.

Como se aproveitar desse cenário para financiar um imóvel?

Poupar
A primeira dica é poupar. Quanto maior a entrada oferecida na compra, melhores serão as condições do financiamento. O prazo pode ser reduzido ou o valor das parcelas pode cair. E como o risco para quem vende ou empresta o dinheiro é menor, as taxas de juros também costumam ser melhores.

Pesquisar
Pesquisar bem também é fundamental. É preciso entender se o valor do metro quadrado está compatível com a região, ou mesmo abaixo da média, o que indica uma boa oportunidade. Além disso, a localização do imóvel e os planos futuros para aquela região podem sinalizar uma valorização ainda maior no médio/longo prazo.

Olhar para o futuro
O vetor de crescimento ao sul de Belo Horizonte, por exemplo, vem se consolidando há anos como uma excelente opção. A região não para de crescer e recebe investimentos substanciais regularmente. Com o crescimento da infraestrutura nos arredores, o que antes parecia longe parece cada vez mais perto. Por isso, analise se a localização do imóvel é compatível com a qualidade de vida que você busca.

Negociar
Na hora de negociar, compara as opções de pagamento. Pode valer a pena financiar diretamente com a construtora/incorporadora com um menor número de parcelas. Alguns empreendimentos oferecem financiamento com parcelas fixas e, até mesmo, sem incidência de juros.
Caso o financiamento seja feito pelo banco, você também pode comparar as taxas de juros e os benefícios que cada instituição financeira oferece. Observe as condições com bastante cuidado para ter certeza de que está escolhendo a melhor opção.

Confira esta oferta:
Lotes no Condomínio Vale Imperial em até 60 vezes sem juros
.

Agora, com mais essas informações em mãos, encontre o imóvel que mais encaixa nos seus planos e corra atrás do seu sonho.
Gostou desse artigo? Então assine nossa newsletter e fique por dentro de mais conteúdos como esse.

__